domingo, 18 de outubro de 2009

DAS COISAS DO MUNDO"...saber ou não saber

- Se eu soubesse disso nada teria acontecido.
- Como assim se soubesse? Você não sabia?
- Mas é claro que não. Como poderia?
- Uai! Todo mundo sabe.
- E o que eu tenho a ver com todo mundo, posso saber?
- Saber o quê?
- O que todo mundo sabe, oras!
- Mas você não é todo mundo. Não quer saber, e ainda diz que se
soubesse nada teria acontecido.
- Então nada aconteceu, ou aconteceu? ...

-é lógico que aconteceu, por que não aconteceria?-
ué por que eu não sei!
-e isso muda alguma coisa?
-como que eu vou saber.
-viu é por isso que as coisas acontecem.
-por que, o quê?-por que você nunca sabe de nada.
-entao, eu tenho o poder de não deixar acontecer se eu souber.
-sim, você tem. E você o que sabe?
-eu sei que nada mais sou além da manifestação da sua consciência, agora continue operando o paciente a sua frente e esqueça seus problemas domésticos. -mais preciso dormir.
-agora não, concentre-se!
-eu não sabia juro que não sabia.
-eu sei, ta tudo bem...
Por exemplo, esta artéria aí que vc esta suturando não tem nada a ver com sua dor de barriga, ela é mera conseqüência dos seus excessos a mesa, e fora dela, wow, pinça, quase escapou!
– Mas o que todo mundo sabe? Ce falou que todo mundo sabe... o que todo mundo sabe?
– Cada um o que deveria saber.
– Bom! Isso me isenta de qualquer culpa!
– Tem mesmo que ser tudo uma questão de culpa? Culpa, pecado, castigo, mas que sisteminha mais falido , hein? Coisa do capeta!
– Olha o batimento, ta subindo. – Sob controle. Pressão normal.
– O que é que cada um deveria saber?
_ não me olhe assim.
-eu não sei de mim, cara! E vc vem com essa! Eu tenho uma tia e sei, vc ia gostar dela.

Ontem, antes da gente sair da boate, ela me ligou e, contou uma coisa, não te contei, não?-o que ela te contou?-ela me disse que sabia o que você fez!-ela sabia . Como? Pensei que só a gente sabia disso.
_o que eu faço agora?-agora? Você retira o tumor da parte superior do fígado e cuidado para não cortar a artéria!
_Entao, você sabe ela também é medica e essa é a coisa ninguém deveria saber, a outra que todo mundo sabe e que não é sua culpa, essa que você não sabia até poucas horas atrás, é culpa do seu pai por isso relaxa!-meu pai! Mas essa sua tia! Não entendi por que eu iria gostar dela?
-pelo simples fato de que ela descobriu e não vai se intrometer. Ela prometeu. -verdade?Fico aliviado,
-é o melhor mesmo, pois depois da operação temos que encobrir o que você fez para ninguém mais descobrir.Ou você quer arriscar perder sua licença?
-nao, minha licença nao...

- Mas...., vem cá... Pra quem não sabia de nada, você está sabendo bastante não?
- Ehhh, hum... eu? Não sei de nada não, só comentei o que minha tia falou... Aliás, alguém contou a ela e sabendo que te conheço...- Hã... e ela "sabe" quem contou? E... o que você sabe?
_não sei nada!!! E ela pensa que sabe, mas não sabe. Sabe essas coisas que a pessoa bota na cabeça, acredita e pronto. Não há Cristo que tire.E por falar em Cristo, se eu fosse vc, rezava.-se eu quisesse conselho teria pedido,mas não quero, nem sei o quero...
aff...se eu soubesse, nem passava por aqui...mó babel, cara! Olha lá neguinho com a barriga aberta....ichiii! O médico tá doidão...jésus!! E quem é aquela montada no modelito, fumando com piteiraaa!? Aquilo na mesa...é um cadáver,? É um cadáver....?-relaxa, mano,hum, tu quis entrá achando que era festa de bacana, que a gente ia sair com dólares e Dolores, blábláblá...véi, tem sangue pra todo lado...deve ser algum ritual macabro ou um bandode maluco...ad Tempus fugit não é uma boate, Lacraia...é...é...AAARRGHH!!!!
Lacraia, Lacraia, são os "coisa ruim", é zumbi, tudo zumbi, conheço pelo olho, alma penada querendo encarná...Socorroooo!!!
_Não grite. Acalme-se! Vamos: respire fundo, isso assim. Não fale agora.
-Eu vi! Vi sim, aquele cadáver, a moça com a piteira, sangue pra todo lado.
-HAHAHAHAHA, só rindo mesmo! Você é igualzinho minha tia, incrível, ela pensa que sabe e, vc que viu.
-Não, não penso. Vi sim!!

-Olhe, olhe bem ao redor, não há nada aqui, todos já foram só os do plantão da noite chegando, além daquele cãozinho ao longe, e vc nesse eterno dilema:
_saber ou não saber.!
_Sabe de uma coisa. Eu sei, você precisa...

Entender. Precisa entender... Você não sabe...
- O que está fazendo com essa faca?
- Fique longe... Fique longe... afaste-se de mim... Nãããããoooooooo....
Banhado em suor, respiração ofegante, sentou-se na cama, olhou no relógio... Já estava atrasado.

Youkai, Cajadomatic, Kátia Mota, Neuza Pinheiro, Sueli Aduan,

2 comentários: